NO AR!

Toca Tudo

Com Elcio Lara

Voo que traria vacinas da Covid para crianças em SC chega apenas com doses contra febre amarela

14 de Janeiro de 2022 13:45

O voo que traria a primeira remessa da vacina pediatrica da Pfizer para Santa Catarina trouxe apenas imunizantes conta a febre amarela. Há uma nova previsão para que as doses cheguem ao Estado, por volta das 14h desta sexta-feira (14). Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES) a reprogramação não muda a estratégia de distribuição aos municípios.
Aguardavam a chegada do voo o secretário de Estado da Saúde André Motta Ribeiro, o superintendente de Vigilância em Saúde Eduardo Macério e o superintendente do Ministério da Saúde em Santa Catarina, Rogerio Ribeiro.
Para a reporter da NSC TV, Eduarda Demeneck, André Motta Ribeiro disse que as autoridades foram pegas de surpresa pela mudança.
— O Ministério da Saúde ontem durante a madrugada informou o horário de voo que chegaria: 8h25min. Agora quando estávamos na pista a informação era um pouco diferente. Será às 14h ou 14h40min — pontou.
Ele não soube informar o motivo da mudança no voo, mas definiu o ocorrido como “mais uma trapalhada do Ministério”.
— Essa informação nós não temos. Mas há uma dificuldade extrema de logística em alguns momentos. Nós já estamos com três semanas atrasados. Essa vacina poderia já ter sido entregue lá atrás. Ficamos discutindo coisas que no meu ponto de vista não faz sentido, receita, atestado médico, consulta pública e o resultado está aí — disse.
Em nota, a SES informou que a mudança no horário do voo foi feita de última hora por parte do Ministério da Saúde (confira a íntegra abaixo).
Distribuição em 24 horas
A secretaria espera distribuir todas as doses nas 17 regionais de saúde até sábado (15). Mais cedo, em entrevista ao Bom Dia Santa Catarina, da NSC TV, o secretário disse que a vacinação desse público depende ainda de uma normativa do governo federal
— Em 24 horas distribuiremos para todos os municípios e eles podem a partir de amanhã [sábado], uma vez autorizado pelo Ministério, começar já a campanha de vacinação — disse.
A quantidade pequena de vacinas também foi comentada pelo secretário. A estimativa é que Santa Catarina tenha 650 mil crianças de 5 a 11 anos. Na prática, o quantitativo que desembarcou no Estado é suficiente para aplicar em pouco mais de 6% da meta.
— É um percentual pequeno. Nós recebemos com certo atraso, essa liberação da Anvisa aconteceu há mais de três semanas, mas as [crianças com] comorbidade, aquelas crianças que são mais frágeis, terão prioridades.— disse o secretário.
Crianças com idade entre 5 e 11 anos, com comorbidades, indígenas e quilombolas serão vacinadas com prioridade. O público deve ser ampliado com a chegada de mais imunizantes e a divulgação do cronograma deve partir de cada prefeitura.
Confira a nota da SES
A Secretaria de Saúde de Santa Catarina (SES/SC) informa que as 39.800 doses pediátricas que estavam previstas para chegar ao estado nesta manhã, 14, às 8h25, não vieram no voo esperado.
Houve uma reprogramação de última hora no envio das doses, por parte do Ministério da Saúde (MS), que só foi informada à SES/SC nesta manhã. A nova previsão é que as doses cheguem ao estado às 14h05 desta sexta.
A alteração, por parte do MS, não muda a programação de distribuição de vacinas para as UDVEs, prevista para ocorrer no sábado (15), a partir das 7h00. O estado de Santa Catarina está preparado para iniciar a vacinação de crianças de 5 a 11 anos, a partir do recebimento dessas doses.
Errata: as vacinas pediátricas contra a Covid-19 que estavam previstas para chegar na manhã desta sexta-feira (14), não vieram no horário previsto. O avião que pousou por volta de 8h20min no Aeroporto de Florianópolis estava apenas com doses contra a febre amarela. A matéria com o título “SC recebe primeiras doses para começar a vacinar crianças contra Covid-19” foi corrigida às 8h50min.

Fonte: ND MAIS | Foto: Eduarda Demeneck, NSC TV

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar