NO AR!

Nova Manhã

Com Alex Junior

Sem técnico, Sport tem segunda pior campanha entre clubes da Série A em 2020; veja ranking

14 de Fevereiro de 2020 09:30

Após a campanha do acesso, o Sport largou com o pé esquerdo em 2020 e chegou ao limite com o Guto Ferreira. Eliminado da Copa do Brasil na primeira fase, ele não resistiu aos números e deixou o comando da equipe depois de quase um ano no cargo. Agora sem treinador, o time pernambucano tem a segunda pior campanha dentre os clubes da Série A, com 44% de aproveitamento.

Só o RB Bragantino, campeão da Série B, tem desempenho inferior neste ano (33%), enquanto o Vasco é o terceiro da lista (45%). São números que ilustram um início de ano negativo, mas com particularidades distintas para cada equipe.

Apesar de ter o menor número de derrotas dentre os três times citados (uma), o rubro-negro pernambucano caiu em uma partida determinante para a temporada do clube, afundado em uma crise financeira desde o fim de 2018. Afinal, a derrota para o Brusque tirou o Sport logo na primeira fase da Copa do Brasil, classificação que renderia R$ 1,03 milhões. Até então, o Leão estava sem perder há oito jogos no ano, mas com apenas duas vitórias e seis empates.

Dono do pior aproveitamento entre os 20 clubes da Série A, o RB Bragantino pode alegar que disputa um campeonato de maior dificuldade, o Paulista. Mas, mesmo após se tornar o destino de um investimento financeiro milionário, desde o ano passado, a equipe ainda não conseguiu se firmar. Na classificação estadual está em 3º do Grupo D, atrás de Guarani e Corinthians, e à frente da Ferroviária. Detalhe é que a única vitória do clube neste ano aconteceu sobre o Palmeiras, por 2 a 1.

O terceiro pior aproveitamento dentre os times da Série A é o do Vasco, que, além do Carioca, foi a campo pela Sul-Americana e pela Copa do Brasil. Mas, curiosamente, todas as três derrotas do clube no ano aconteceram no Estadual. Resultados que deixaram a equipe na quarta colocação do Grupo B na Taça Guanabara, atrás de Fluminense, Volta Redonda e Madureira.

Ranking de aproveitamento de clubes da Série A
Internacional - Sete jogos (5 vitórias e 2 empates) - 80%
Atlético-GO - Cinco jogos (4 vitórias e 1 derrota) - 80%
Flamengo - Seis jogos (5 vitórias, 1 empate, 1 derrota) - 76%
Coritiba - Sete jogos (4 vitórias, 2 empates, 1 derrota) - 66%
Santos - Cinco jogos (3 vitórias, 1 empate, 1 derrota) - 66%
Palmeiras - Cinco jogos (3 vitórias, 1 empate, 1 derrota) - 66%
Fluminense - Oito jogos (5 vitórias, 1 empate, 2 derrotas) - 66%
Fortaleza - Seis jogos (3 vitórias, 2 empates e 1 derrota) - 61,1%
Bahia - Dez jogos (5 vitórias, 3 empate, 2 derrotas) - 60%
Goiás - Sete jogos (3 vitórias, 3 empate, 1 derrota) - 57%
Bahia - Dez jogos (5 vitórias, 3 empates, 2 derrotas) - 60%
Grêmio - Seis jogos (3 vitórias, 1 empate, 2 derrotas) - 55%
Athletico - Seis jogos (3 vitórias, 1 empate, 2 derrotas) - 55%
Ceará - Seis jogos (2 vitórias e 4 empates) - 55%
São Paulo - Cinco jogos (2 vitórias, 2 empates, 1 derrotas) - 53%
Botafogo - Sete jogos (3 vitórias, 1 empate, 3 derrotas) - 47%
Corinthians - Sete jogos (3 vitórias, 1 empate, 3 derrotas) - 47%
Vasco - Oito jogos (3 vitórias, 2 empates, 3 derrotas) - 45%
Sport - Oito jogos (2 vitórias, 6 empates, 1 derrota) - 44%
Bragantino - Cinco jogos (1 vitórias, 2 empates, 2 derrotas) - 33%

No Nordeste
Quando se observa o recorte dos quatro clubes do Nordeste que estarão na Série A de 2020, o Sport tem a pior campanha. O Bahia, que fez o mesmo caminho do Rubro-negro nesta semana, ao ser eliminado na primeira fase da Copa do Brasil, aparece na nona posição da lista, com 60%, principalmente devido ao número de vitórias (foram cinco).

O Ceará aparece entre as duas equipes, com 55%, segurando o rendimento com o número de empates (quatro), e o Fortaleza é o líder da região, na 8º posição do ranking. Sob o comando do técnico Rogério Ceni, após seis jogos, a equipe tem 61,1% de aproveitamento - figurava no top 4 até perder a invencibilidade nesta quinta-feira, para o Independiente-ARG, na Sul-Americana.

Atlético-GO divide liderança com o Inter
Os clubes recém-promovidos à Série A do Brasileiro vivem histórias opostas. Com sete partidas, o Coritiba tem o quarto melhor aproveitamento: 66%. Acumula apenas uma derrota na temporada, mas em um cenário pouco favorável ao clube. Porque aconteceu justamente diante do Manaus, decretando a eliminação da equipe na Copa do Brasil. Já o Atlético-GO, que também subiu, divide a liderança da lista com o Inter, ambos com 80%.

Fonte: Globo Esporte / Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar