NO AR!

Toca Brasil I Ed...

Com Emerson Lima


Warning: mysql_num_rows(): supplied argument is not a valid MySQL result resource in /home/storage/b/c7/66/radionova/public_html/detalhe_noticia.php on line 173

Organizada tenta invadir CT do Cruzeiro; jogadores entram por rota alternativa na Toca

11 de Setembro de 2019 16:25

O terceiro dia de protestos de torcedores do Cruzeiro contra o momento ruim do clube continuou na Toca da Raposa II, local de treinamento do time profissional. Cerca de 50 membros de torcidas organizadas estiveram no local, na tarde desta terça-feira. Exibiram faixas de protesto, mas tiveram pouco contato com jogadores, que entraram por um portão alternativo no CT. Eles prometem realizar ações até o fim do Campeonato Brasileiro.

Após a entrada dos atletas, a organizada, que vinha realizando um protesto pacífico até então, tentou invadir o centro de treinamentos cruzeirense, mas foi impedida por um cordão de isolamento dos seguranças do clube. A Polícia Militar também esteve no local e ajudou a impedir a entrada dos torcedores.

Eles se concentraram no portão de acesso principal à Toca da Raposa, por onde jogadores, diretoria e outros funcionários entram no local. Foi instalado um cordão de isolamento da porta de acesso para a rua, com a presença de segurança do clube e da Polícia Militar.

Por causa disso, até descobrirem a rota alternativa, os torcedores não conseguiram manter contato com boa parte dos jogadores, que entrou por uma rota alternativa, que também estava sendo monitorada pela Polícia Militar e por seguranças particulares. O lateral esquerdo Egídio, um dos mais criticados, não conseguiu escapar e foi parado pelos manifestantes.

Além de Egídio, os torcedores também questionaram o meia Thiago Neves, que deu declaração contrária a Rogério Ceni, após a eliminação da Copa do Brasil, o lateral Edilson, que também concedeu declaração polêmica antes do jogo contra o Internacional, o meia Robinho e o volante Henrique.

– A gente vê que tem jogador fazendo corpo mole, querendo liderar elenco dentro do clube. Mas tem o Rogério Ceni já para liderar. Se o técnico passou, tem que acatar, pô. Não pode ficar criando mal estar dentro do clube, igual está criando – reclamou o presidente da torcida organizada Máfia Azul, Diego Dias de Castro.

O líder da torcida continuou a questionar os jogadores, mas isentou o técnico Rogério Ceni, que tem apenas quatro jogos à frente do Cruzeiro.

– O Rogério Ceni não tem nada a ver com isso, chegou agora, pegou um plantel numa crise. É uma onda de protesto, a gente vai continuar no protesto, enquanto não tiver o parecer do clube. Tem que respeitar nossa entidade, nós somos torcedores, estamos atrás do Cruzeiro a qualquer momento.

Críticas à atual diretoria e à passada
Segundo o dirigente, o protesto é também contra a diretoria do clube atual e também contra a passada.

– O protesto também hoje é contra a diretoria do Cruzeiro. Não vem com essa não. É Itair (Machado, vice-presidente de futebol), é Wagner (Pires de Sá, presidente do clube), Serginho (Sérgio Nonato, diretor-geral do clube). E da diretoria passada também. O doutor Gilvan (de Pinho Tavares) e o (Bruno) Vicintin (ex-vice-presidente de futebol) deixou essa bomba aí. Tem muito torcedor que está vendo só essa diretoria aí, mas a diretoria passada também... isso vem da diretoria passada - argumentou.

É o terceiro dia de protestos de torcedores do Cruzeiro. Começou no domingo, após a goleada por 4 a 1 para o Grêmio, no Independência. Na última segunda, continuou com um protesto em frente à sede administrativa e atos em frente às residências do presidente Wagner Pires de Sá, do vice-presidente de futebol, Itair Machado, e do diretor-geral, Sérgio Nonato. Na manhã desta terça, a região da Pampulha e do Barro Preto amanheceu com faixas contra a diretoria.

Fonte: Globo Esporte

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar