NO AR!

Top Sertanejo

Everton

Peça seu sucesso!

OUÇA AGORA!

Hoje, 23 de Outubro de 2018

Crossfit: perigos do treino

21 de Setembro de 2018 22:00

O Crossfit se tornou uma verdadeira febre em academias por promover um grande gasto calórico e definição em todo o corpo de forma rápida. Mas, é preciso tomar cuidado, já que a prática pode promover sérios problemas à saúde.

Um estudo divulgado recentemente no The Journal of Strenght & Condition Research, do Reino Unido, mostra que a modalidade provoca um alto número de lesões nos praticantes.

Para a pesquisa, foram ouvidos 132 adeptos do Crossfit, e 73,5% afirmou ter sofrido alguma lesão durante o treinamento. No total, os participantes relataram 186 lesões e 7% destas precisaram de intervenção cirúrgica.

Conforme explica o preparador físico Nuno Cobra, um dos riscos mais comuns é o de lesão em pessoas que não estão preparadas para uma atividade tão exigente e de alta carga. Afinal, os iniciantes na modalidade não contam com um músculo treinado para conseguir lidar com um desgaste físico excessivo.

O resultado - quando a modalidade não é feita de forma correta e sem o acompanhamento necessário - pode ser o comprometimento de articulações e lesões musculares causadas por uma exaustão, que, em alguns casos, podem levar à intervenção cirúrgica ou afastamento de exercícios físicos.00:00
Segundo o especialista, quando a pessoa treina muito acima da capacidade, o corpo não consegue realizar uma compensação. “A principal consequência disso é o alto risco de lesões em músculos, articulações e ossos”, explicou.

Afinal, o levantamento de pneus de caminhão e pesos com frequência demanda muito preparo físico. “Por mais preparada que a pessoa seja, depois de um tempo o corpo será afetado. Os exercícios mais relacionados com as lesões, até o momento, parecem ser os de levantamentos de peso/olímpicos e os movimentos ginásticos”, ressaltou.

Riscos

Para as pessoas que praticam atividades intensas, de forma exagerada e incorreta, além das lesões, a rabdomiólise pode ser outro risco existente.
Rabdomiólise é um nome dado à morte de fibras musculares – que, causadas por lesões, libera na corrente sanguínea uma substância chamada mioglobina.

Com essa liberação da mioglobina, a substância é filtrada pelos rins, o que, além de deixar a urina escura, pode sobrecarregar os órgãos e provocar insuficiência renal aguda, levando até à morte.

Além disso, o risco de lesão é maior por causa do levantamento do peso. Portanto, a atenção especial deve ser direcionada à região dos ombros e colunas, principalmente em relação aos movimentos e levantamentos ginásticos.

Segundo o estudo feito, além dos exercícios derivados da ginástica, os exercícios característicos do levantamento de peso olímpico que compõem o CrossFit, como overhead squat, exigem a colocação da articulação do ombro em posições de flexão extrema, abdução e rotação interna, as quais aumentam o risco de lesões.

Outros possíveis riscos de atividades que levam o corpo ao extremo são:

• Dores e fraqueza muscular;
• Falta de ar;
• Inchaço nos pés e mãos;
• Casos de infarto;
• Rompimento da artéria carótida;
• Ruptura do tendão de aquiles.

Orientações

Todo tipo de exercício feito de maneira incorreta resulta em prejuízos. Mas, por se tratar de uma atividade de alta intensidade, a modalidade pode ser mais arriscada ainda sem uma orientação clara de um instrutor.

Antes de optar pelo Crossfit, procure seu médico ou fisioterapeuta, para ver se está apto a fazer exercícios de alta intensidade, já que utilizam movimentos funcionais com pesos maiores.

Além disso, se optar por fazer essa modalidade, procure por um local habilitado e um profissional que possa dar atenção e dicas para que não se prejudique com o tempo.

Fonte: VIX

Recomendar correção

CORREÇÕES

voltar